Ranking BenchMarking apresenta cases de melhores práticas

A apresentação do Ranking Benchmarking 2011 dos Detentores das Melhores Práticas é uma atração à parte na 4ª FIBoPS (Feira de Intercâmbio Internacional Pró-Sustentabilidade), que se realiza no Centro de Eventos São Luiz, em São Paulo, de 26 a 28 de julho.

Os 28 cases divulgados nesta semana (www.benchmarkingbrasil.com.br) serão compartilhados nos miniboxes montados na Ilha Benchmarking, aberta à visitação, e também no BenchMais2, livro que será lançado no encerramento da Feira (dia 28), com presença da ministra de Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

“Mais do que um selo que certifica as melhores práticas, o Programa Benchmarking compartilha conhecimento aplicado em eventos e publicações técnicas”, explica Marilena Lavorato, presidente do Comitê de Sustentabilidade do Instituto Mais.

Para a especialista em gestão socioambiental, o Programa Benchmarking é um contraponto ao greenwashing – práticas maquiadas que já entraram na mira do Conar, o Conselho Nacional de Propaganda.

“A exemplo do que ocorreu com movimentos legítimos por sua universalidade e racionalidade nos seus fundamentos e valores, a sustentabilidade também se tornou alvo da pirataria”, acrescenta Marilena Lavorato.

Sobre o Programa Benchmarking

O Selo Benchmarking surgiu há nove anos com uma pesquisa em mais de 300 empresas devidamente estruturada na área socioambiental.

Desenvolveu metodologia própria baseada na ferramenta de gestão benchmarking (aprender com os detentores das melhores práticas) e, a partir dos resultados, selecionou mais de 200 boas práticas de sustentabilidade com critérios rigorosos e total independência. “É um selo plural, inclusivo, e com o apoio das mais respeitadas instituições do País”, completa Marilena.

O Modus Operandi do Programa é exclusivo e compreende uma comissão técnica de especialistas de vários países, ligados a instituições representativas, academia e mídia especializada que pontuam os quesitos das práticas sem ter acesso ao nome da organização.

Os mais bem pontuados, acima do índice técnico, são reconhecidos como Benchmarking, ou seja, detentores das melhores práticas de sustentabilidade em uma das temáticas gerenciais: arranjos produtivos, energia, emissões, resíduos, recursos hídricos, educação e comunicação, ferramentas de gestão, manejo e reflorestamento, proteção e conservação, Pesquisa e Desenvolvimento etc.

Este ano, a comissão técnica reuniu 15 especialistas de seis diferentes países que ranqueou, pela metodologia Benchmarking, 28 organizações brasileiras (veja Quadro abaixo).

Empresas e cases selecionados para o Ranking BenchMarking 2011
(ordem alfabética)

. AGCO do Brasil: Unidade Valtra do Brasil Ltda, Projeto Integrado Biodiesel – 100% Biodiesel;
. Ambev: Banco Cyan;
. ArcelorMittal Tubarão: Biodiversidade através de projetos e resgate da fauna e da flora com enriquecimento do cinturão verde;
. Associação Vale para o Desenvolvimento Sustentável (Fundo Vale): Dois anos de ações pela conservação dos recursos naturais e desenvolvimento local – um legado positivo para as próximas gerações;
. Cargil Agrícola S.A: Projeto Salto + Limpo (Recuperação, Conservação e Educação Ambiental no Córrego do Salto);
. CCPR: Itambé – Cooperativismo Sustentável;
. Celulose Irani S.A: Recuperação da Área de Preservação Permanente do Riacho da Anta;
. Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba): Projeto Vale Luz;
. Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A :Viveiro de Mudas – Semeando a inclusão social;
. Construtora Andrade Gutierrez S.A: utilização de Palha de Carnaúba no Revestimento de Isolamento Térmico de Tubulações;
. Diageo Brasil Ltda: Todo mundo reciclando vidro;
. Duke Energy Geração Paranapanema S.A: Conservação Ambiental do Parque Estadual do Cerrado de Jaguariaíva, Último Fragmento de Cerrado da Região Sul do Brasil, através do Controle de Plantas Exóticas Invasoras;
. Duratex S.A: Educação e Inclusão Social;
. Firmenich & Cia Ltda: Cadeia Sustentável da Copaíba Amazônica;
. Fortaleza Indústria e Comércio de Máquinas e Equipamento Ltda: Programa de Sustentabilidade – alternativas sustentáveis para resíduos da construção civil;
. Fundação Pró-HemoRio: Projeto Infocycle – reaproveitamento de resíduos eletrônicos e prevenção da poluição ambiental;
. Instituto Embratel 21: Reciclagem de Lonas Vinílicas;
. Itaipu Binacional: Gestão para a sustentabilidade no espaço rural;
. Kinross Brasil Mineração S.A: Projeto de Revitalização e Preservação de Nascentes na Bacia do Córrego Rico em Paracatu;
. Klabin S.A: Programa Fomento Florestal semeando o Desenvolvimento Sustentável;
. LLX Sudeste Operações Portuárias Ltda: Programa de Relocação Porto Sudeste;
. LLX Sudeste Operações Portuárias Ltda: Plano de Investimento Social da Pesca do empreendimento Porto Sudeste;
. Pepsico do Brasil: Display Reciclavel;
. PepsiCo: Gincana Vida Sustentável;
. R&A Consultoria e Serviços de Comunicação: 22 anos de pioneirismo fazendo negócios sustentáveis;
. Sabesp: Programa Abraço Verde;
. Sabesp: Programa Córrego Limpo na Unidade de Negócio Oeste – a sustentabilidade de ações socioambientais num contexto corporativo;
. Walmart Brasil: Sustentabilidade na comunicação visual das lojas.

Mais informações:

http://www.benchmarkingbrasil.com.br/

http://www.fibops.com.br/

www.maisprojetos.com.br

Publicado em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*