Estudo NEXT – Especial RH – Tendência 1: Abordagem Estratégica

Tendência 1: Abordagem estratégica

Assegurar que uma abordagem sustentável de colaboradores
seja parte da estratégia de negócios

“O verdadeiro papel do profissional de Recursos Humanos é ajudar a converter os impactos de sustentabilidade de uma organização ‘nos’ empregados para impactos ‘de’ empregados.” A afirmação é de Elaine Cohen, executiva sênior de RH, em seu livro: CSR for HR: A necessary partnership for advancing responsible business practices (algo como: Responsabilidade Social Corporativa para Recursos Humanos: a parceria necessária ao avanço das práticas responsáveis de negócios, ainda sem publicação no Brasil). Na prática, esse esforço significa conjugar impactos positivos para/sobre os colaboradores com impactos positivos de sustentabilidade que possam ser também gerados pelos colaboradores.

Para a especialista, a empresa deve gerenciar os funcionários de modo sustentável, visando ao seu bem-estar, promovendo saúde e segurança, equilíbrio trabalho-vida, diversidade e inclusão, igualdade de gênero, recompensas justas, salário digno, promoção de desenvolvimento, comunicações internas positivas, diálogo aberto e envolvimento com a comunidade.

Por outro lado, o RH deve atuar para que todos os colaboradores se conscientizem de como suas funções/atribuições impactam a agenda de sustentabilidade. Como eles estão em contato cotidiano com diferentes partes interessadas interna/externamente, cada um precisa compreender muito bem os princípios de sustentabilidade e aplicá-los em cada ação/interação. “O desafio é modificar as práticas de gestão de pessoas, fazendo com que cada decisão de RH seja tomada sob a perspectiva mais ampla das partes interessadas”, diz Elaine.

O desafio da sustentabilidade suscita, portanto, não apenas a necessidade, mas também a oportunidade de colocar o setor de RH no centro das principais tomadas de decisão e do desenvolvimento e execução da estratégia corporativa, o que conferiria um papel plural para a área. Nesse sentido, os estudiosos do tema identificam várias frentes de atuação para um RH mais atuante e estratégico.

Para Ellen Weinreb, CEO da Weinreb Group – consultoria especializada em rede de fornecedores e sustentabilidade –, a abordagem de temas relacionados ao conceito deve estar arraigada ao próprio negócio. Envolver os funcionários nessa abordagem é uma tarefa que pressupõe comunicar bem os valores e a missão da própria companhia. Para o gestor de RH, um desafio central consiste em identificar os inputs de sustentabilidade mais afinados com a estratégia do negócio, apresentando-os tanto nos comitês de diretoria quanto para todos os stakeholders.



Quem já contratou




Leve essa ideia para sua empresa: Contate-nos

Compartilhar:
Tags:

 

twitter

Parceiros