Novidades consolidam foco educacional da Plataforma Liderança Sustentável

Mais do que o lançamento de uma nova etapa, o terceiro encontro nacional de líderes da Plataforma Liderança Sustentável, em outubro de 2013, marca a consolidação da fase educacional e do próprio movimento como um todo, após dois anos em exercício pelo país e também no exterior.

Em 2011, o lançamento do livro Conversas com Líderes Sustentáveis (Editora SENAC-SP), do consultor Ricardo Voltolini, deu o start para a criação da Plataforma, dedicada a disseminar o conceito de liderança sustentável por meio da inspiração, conexão e educação de gestores em torno do tema.

A partir de 2012, o objetivo passou a ser mostrar efetivamente como as empresas educam líderes para considerar os desafios da sustentabilidade em todas as decisões do negócio. Ao longo desse período, foram 185 encontros, cerca de 34 mil profissionais impactados diretamente e mais de 240 mil acessos aos vídeos dos integrantes do movimento nos canais online.

No próximo grande encontro nacional, 10 novos presidentes de empresas devem aderir à iniciativa para compor o time da próxima fase, focada nos esforços das empresas para inserir a sustentabilidade na estratégia do negócio; na mesma ocasião, será realizado o lançamento do livro Escolas de Líderes Sustentáveis, também de Voltolini. Prevê-se ainda o anúncio de outras boas novidades.

“Durante o final de 2013 e todo o ano de 2014, trabalharemos simultaneamente os conteúdos das duas etapas iniciais, que se complementam. As histórias dos líderes do primeiro livro possibilitam refletir sobre o ‘estado da arte’ da liderança sustentável no Brasil e no mundo; as do segundo mostram como promover a formação de gestores para o tema. A partir do encontro de outubro, inicia-se a produção do terceiro livro, sob o enfoque da estratégia, que representa o pontapé inicial da próxima etapa”, explica Voltolini, diretor-presidente da consultoria Ideia Sustentável e idealizador da Plataforma.

A pleno vapor

Como pensam, agem e em que valores acreditam os líderes sustentáveis? Como as empresas educam os seus colaboradores para os desafios socioambientais? Essas perguntas forneceram as diretrizes aos dois primeiros anos da Plataforma e assim devem prosseguir; mas, agora, aliadas a uma terceira questão igualmente relevante: de que modo as organizações têm inserido a sustentabilidade no core business?

O evento de outubro e as futuras atividades da iniciativa tentarão mostrar como as empresas líderes no tema da sustentabilidade estão construindo respostas efetivas para essas três questões.  Nesse sentido, a Plataforma apresentará algumas novidades. A primeira e mais importante delas é o lançamento do livro Escolas de Líderes Sustentáveis – Como as empresas estão educando os seus líderes para a sustentabilidade. Dividida em duas partes, na primeira a obra faz uma análise sobre os desafios da educação executiva em relação ao tema da liderança sustentável – desde as dificuldades em superar os modelos tradicionais a exemplos de instituições que inovaram na formação de pessoas. Na segunda parte, apresenta os 10 perfis e cases dos presidentes de empresas integrantes da etapa educacional da Plataforma.

Os líderes dessa fase participaram dos encontros regionais de 2013 e integraram, por exemplo, os conteúdos do módulo desenvolvido pela Plataforma na Pós-Graduação em Gestão Socioambiental para a Sustentabilidade, da FIA (Fundação Instituto de Administração).

Os materiais da iniciativa têm sido utilizados, ainda, por uma rede de mais de 200 educadores ligados ao movimento, ou seja, estão sendo efetivamente trabalhados em sala de aula como material de apoio em programas de graduação e pós-graduação de universidades e escolas de negócio brasileiras.

Com o livro em fase de finalização pela editora Campus Elsevier, o terceiro trimestre do ano tem sido dedicado à seleção dos novos integrantes do movimento. O crivo – vale ressaltar – ficou ainda mais rigoroso do que nos anos anteriores. Cerca de 75 especialistas e formadores de opinião foram consultados para indicar nomes e cases relevantes relacionados ao enfoque da estratégia.

Com base nas recomendações, Ideia Sustentável definiu uma lista dos mais indicados e iniciou um processo de seleção técnica, bastante criterioso, que inclui pesquisa em relatórios de sustentabilidade, análise de documentos e entrevistas aprofundadas com as lideranças das organizações escolhidas. No processo, espera-se que as empresas se comprometam com a Carta da Terra, declaração de princípios éticos fundamentais para a construção de uma sociedade global justa, sustentável e pacífica.

“Os novos líderes integram a terceira etapa de cinco previstas. Nos encontros regionais, devem debater especificamente como inserir a sustentabilidade na estratégia do negócio. A quarta e a quinta fases, vale lembrar, terão como temas, respectivamente, a comunicação e a inovação. Assim, a proposta é somar, ao final do ciclo, em 2015, 50 presidentes de organizações integrados ao movimento, cinco livros, 50 videodepoimentos e mais de 300 encontros nas mais diferentes regiões do país”, conta Voltolini.

Novidades

No evento de outubro, a Plataforma deve lançar uma logomarca e uma campanha de comunicação, que serão reproduzidas junto aos parceiros, na revista Ideia Sustentável, no portal www.ideiasustentavel.com.br/lideres, nas redes sociais e em todas as atividades relacionadas à Plataforma, além de promover uma identificação maior tanto entre os seus integrantes – a fim de transmitir com mais objetividade a proposta e as ideias do movimento – quanto da própria marca. Produzida pela Empowerbrand, sob idealização de Glen Martins, a campanha pretende estabelecer um vínculo mais emocional entre os líderes participantes da Plataforma e os públicos atingidos por suas ações.

O principal anúncio, no entanto, ficará por conta do lançamento de dois produtos educacionais. “Teremos efetivamente, para os anos seguintes, produtos voltados à educação de líderes, concebidos para promover o autodesenvolvimento e a aplicação prática de conceitos”, conta Voltolini.

A iniciativa inclui um programa para a formação de jovens lideranças sustentáveis nas empresas, realizado em parceria com organizações, escolas de negócio e universidades, e também outro, destinado ao setor público, cujas turmas serão patrocinadas por empresas comprometidas com o tema da sustentabilidade.

O esforço de consolidação da Plataforma implica vários movimentos importantes. O primeiro deles é a manutenção da rede de apoiadores. Tetra Pak, Votorantim, Santander, AES Brasil, Braskem, PepsiCo, Alcoa, Natura, Whirlpool, Anglo American, Sabesp, Sesi e Azul compõem o time de empresas que seguem os seis princípios do movimento (ver box) e garantem os recursos necessários para levar sua mensagem a todas as regiões do Brasil.

Além disso, para disseminar seus conteúdos, a Plataforma conta com uma rede de parceiros institucionais que compartilham vídeos, reportagens, artigos, entre outros materiais, com públicos diversos. Assim, o movimento consegue realizar melhor um de seus objetivos fundamentais que é “converter os não convertidos”, ou seja, quem ainda não teve contato aprofundado com o tema da liderança sustentável. AIESEC, Sociedade Global, Canal Rh, Brasil Júnior, Cidade Marketing, Mercado Ético, Administradores.com e Envolverde são alguns representantes desse time.

“Um balanço geral reforça a ideia de que a Plataforma realmente se consolidou como movimento no Brasil. Estamos no exercício pleno da nossa missão de inspirar e educar jovens líderes para a sustentabilidade. Com energia total. E aceitação crescente por parte de empresas, associações classistas e escolas de negócio. Todo movimento de mudança de cultura enfrenta obstáculos. Mas temos avançado bem. A terceira etapa sela esse avanço. Vamos entrar nos próximos anos com toda força possível”, afirma Voltolini.

Os resultados dos encontros regionais confirmam o otimismo. Ao todo, serão seis em 2013. Os cinco já realizados reuniram mais de mil participantes. Os mais recentes aconteceram em Manaus e Porto Alegre. A seguir, o leitor confere um resumo dos últimos eventos.

Cruzando o país de Norte a Sul

O encontro regional da Plataforma Liderança Sustentável na capital amazonense aconteceu no dia 18 de junho de 2013. Mais de 210 líderes e gestores participaram do evento, representando empresas como Moto Honda, Yamaha, Nokia, Santander, Companhia de Navegação da Amazônia, Manaus Ambiental, Amazon Sat, rede varejista Bemol, entre outras, para acompanhar os depoimentos do diretor-presidente da Natura, Alessandro Carlucci, e de Armando Ennes do Valle Jr, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Whirlpool (fabricante das marcas Brastemp, Consul e Kitchen-Aid).

Como de costume, Ricardo Voltolini abriu o encontro com uma rápida apresentação das principais características dos líderes sustentáveis e preparou a plateia para as palestras seguintes. “Sempre que há um desequilíbrio entre os pilares social, ambiental e econômico, podemos esperar problemas no futuro”, afirmou Armando Ennes.

Planejamento e foco, principais temas de sua exposição, fundamentaram a necessidade da mudança para a sustentabilidade, tanto na empresa que se comanda como em toda a cadeia de valor. “Ser sustentável é mais caro do que não ser. Mas, hoje, não existe mais essa segunda opção”, sentenciou.

Alessandro Carlucci enfatizou o quanto o reconhecimento da Natura como empresa sustentável amplia a responsabilidade da marca. “Sabemos que estamos o tempo todo em desequilíbrio, porque economia, sociedade e preservação ambiental não são temas fáceis de se harmonizar. Por isso, buscamos entender como essas coisas, somadas, podem gerar valor para todas as partes”, afirmou. Segundo o líder, o tema é, sem dúvida, vetor de inovação e geração de negócio.

Ao final das apresentações, a possibilidade do público de fazer perguntas aos líderes participantes foi destacada como ponto forte do evento por Silvana Aquino, chefe de RH da Yamaha, e por Kenia Pinheiro, coordenadora dos programas de Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde da Cia de Navegação da Amazônia.

Já Patrícia Rabello, da Viva Sustentabilidade, participante do encontro de Porto Alegre, declarou: “Gostaria de agradecer pelo evento que nos trouxe a importância da relação do tema da sustentabilidade com valores e princípios. Li a seguinte frase de Nelson Mandela: ‘Uma boa cabeça e um bom coração formam uma combinação formidável.’ Acredito que, para ser um líder sustentável, é preciso exatamente isso: uma boa cabeça pensando o negócio e a mais pura convicção sobre o valor da abordagem holística”, disse.

No dia 26 de junho, na capital do Rio Grande do Sul, mais de 300 empresários e gestores locais acompanharam atentamente as apresentações de Ricardo Voltolini, do presidente da AES Brasil, Britaldo Soares, e do diretor de Negócios Polipropileno da Braskem, Valmir Soller.

Britaldo Soares contou como a empresa envolveu colaboradores e stakeholders no desenvolvimento de sua Plataforma de Sustentabilidade, projeto de educação de todos os públicos de interesse para inserir efetivamente a sustentabilidade no core business. O depoimento cativou a plateia por abordar não só o sucesso da iniciativa mas também as dificuldades e os erros na trajetória. “Quando elaboramos nossa primeira matriz de stakeholders e ouvimos a opinião de todos a respeito de nossas ações, nos demos conta de que havíamos esquecido ‘apenas’ de consultar nossos clientes”, confessou o presidente.

Valmir Soller, por sua vez, destacou a visão holística da cultura da Braskem, desde sua fundação, em 2002, quando já declarava em sua missão o compromisso com o desenvolvimento sustentável. Nos últimos 10 anos, as iniciativas da companhia com vistas à inovação para a sustentabilidade resultaram em redução de 40% dos efluentes líquidos, 60% dos resíduos sólidos e pastosos e 14% das emissões de GEE. “Nem tudo é obvio e nem tudo é fácil nesse caminho. Mas não dá para desistir. A sustentabilidade é um valor”, afirmou.

Em breve, os vídeos de todos os encontros regionais de 2013 estarão disponíveis no portal www.ideiasustentavel.com.br/lideres e nos canais da Plataforma Liderança Sustentável no Vimeo e YouTube.




Compartilhar:
Tags:

 

twitter

Parceiros