Com apoio do Carrefour, PRATODOMUNDO está em exposição no Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, recebe a mostra “PRATODOMUNDO – Comida para 10 bilhões“. Inaugurada no dia 12 de abril de 2019, a exposição terá duração de seis meses, e conta com intervenções lúdicas e debates importantes que abordam temas como diversidade na produção, respeito ao meio ambiente e a qualidade nutricional.

A exposição discute o desafio de alimentar a população mundial que é estimada para o ano de 2050. De acordo com a ONU, a estimativa de habitantes humanos no planeta em 30 anos é de aproximadamente 10 bilhões de pessoas. Com este aumento da população – e considerando o alto índice de desperdício de alimentos, as mudanças climáticas, a perda de biodiversidade, a desigualdade econômica e outros temas -, o atual modelo de produção será incapaz de garantir alimentação adequada para todos, o que ocasionará fome extrema para algumas populações.

O segundo Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS) tem como meta acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável. Assim, a exposição, por seu caráter educacional, está alinhada com o ODS, ao conscientizar pessoas e instituições sobre o tema.

Saiba mais: Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

A mostra PRATODOMUNDO

O objetivo da exposição PRATODOMUNDO é contextualizar questões cruciais acerca do atual modelo de produção e distribuição de alimentos no mundo, além de identificar tendências e propor possíveis soluções. O próprio nome da mostra, com diferentes significados, ressalta a importância de uma alimentação saudável e de qualidade para todas as pessoas.

Entre as discussões levantadas pela mostra, está o fato de que parte da população mundial passa fome, e este número deverá aumentar consideravelmente até o ano de 2050, devido ao crescimento demográfico. Além disso, também são abordadas questões sobre problemas de saúde decorrentes de uma má alimentação rica em açúcar, gordura e alimentos ultraprocessados, e também o atual modelo de produção agrícola, pouco sustentável.

Outro assunto bastante discutido na exposição é o aquecimento global. O fenômeno pode, por exemplo, levar à desertificação de áreas cultiváveis, prejudicar o cultivo de algumas espécies e impactar na existência de polinizadores, de modo especial as abelhas.

Leia também: Sustentabilidade é discutida na Assembleia da ONU para Meio Ambiente

Muito do que é exposto na mostra é interativo, o que reforça a ideia de que todas as pessoas são agentes nessa questão – seja para impactar ou para transformar. E os conteúdos são educativos e bastante informativos, enriquecendo a cultura e conhecimento sobre os alimentos e ecossistemas, além de novas soluções. Entre os diversos assuntos e temas, destacam-se:

  • – a origem de cada ingrediente;
  • – as características ideais para o cultivo de diferentes culturas;
  • – informações sobre impacto das mudanças climáticas nos ecossistemas;
  • – como conciliar produção e conservação;
  • – fazendas verticais na área urbana;
  • – poder de transformação da tecnologia;
  • – a importância de uma alimentação saudável.

Grupo Carrefour

O Grupo Carrefour é um dos principais apoiadores da exposição, uma vez que o tema da mostra está conectado com sua missão de liderar um movimento de ampliação do acesso da população a alimentos de qualidade e produzidos de modo sustentável.

Noël Prioux, CEO do Carrefour Brasil, comenta sobre as ações do grupo em relação ao movimento e sua ligação com a exposição PRATODOMUNDO: “Em uma época em que os métodos de produção atingiram seus limites, a qualidade e origem dos alimentos tornaram-se um problema global, com fortes indicadores de que os hábitos atuais estão impactando o clima e nossa saúde. Para agir rapidamente, engajando produtores e consumidores, o Carrefour lançou o movimento Act For Food, que direciona ações e investimentos para permitir que seus clientes tenham acesso a alimentos de maior qualidade, seguros, produzidos com responsabilidade socioambiental e a preços justos. Ao lado do Museu do Amanhã, propomos uma discussão sobre o futuro da alimentação, novos caminhos que podem ser transformados pelas nossas atitudes”.

Já para Paulo Pianez, diretor de sustentabilidade do Carrefour Brasil, “o varejo tem a oportunidade de mobilizar toda a cadeia produtiva, desde os produtores até o consumidor final”. E sobre o apoio do Grupo Carrefour à mostra PRATODOMUNDO, Pianez ressalta: “A exposição permite a todos olhar ainda mais para o futuro, a fim de explorar as oportunidades para enfrentar os próximos desafios da humanidade a partir da inovação e da sustentabilidade”.

Sustentabilidade na sua empresa



Quem já contratou




Leve essa ideia para sua empresa: Contate-nos

Compartilhar:
Tags:

 

twitter

Parceiros