Sanepar faz balanço do primeiro mês de Operação Verão

Os serviços de coleta de lixo, duchas, cadeiras anfíbias e Ecoexpresso foram muito usados pela população

Crédito: Divulgação (Sanepar)

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) fez um balanço dos primeiros 30 dias da Operação Verão Paraná. Além de manter os sistemas de água e de esgoto para os veranistas, a Companhia ofereceu outros serviços, como o de coleta de lixo nas areias, higienização das praias, duchas e cadeiras anfíbias, todos muito bem recebidos pela população. “A Sanepar investe permanentemente no Litoral. Já são mais de 480 milhões de reais investidos desde 2011 na melhoria dos sistemas de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto nos municípios do litoral paranaense. Além disso, durante a temporada a companhia disponibiliza serviços que garantem mais conforto para os veranistas”, afirmou Mounir Chaowiche, presidente da Sanepar.

Desde o dia 21 de dezembro, foram coletadas 480 toneladas de resíduos sólidos das praias de Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba.  O serviço de coleta de lixo e de higienização das areias das praias vem sendo feito ao longo de 48 quilômetros de faixa litorânea. Durante o dia, 91 coletores recolhem resíduos e fazem a varrição nas praias. No período da noite, entram em ação seis máquinas saneadoras, que peneiram e revolvem a areia. Para estes trabalhos, são utilizados ainda sete equipamentos do tipo dumper (mini caçamba) e seis tratores.

Pelas 55 duchas do Projeto Chuá já passaram 38 mil pessoas.  As duchas ecológicas foram instaladas em dez pontos fixos e dois pontos móveis nas principais praias do Litoral, utilizando água do lençol freático e um processo simples de filtração e cloração.

Outro serviço oferecido pela Sanepar no Litoral é o projeto Praia Acessível,  desenvolvido em parceria com a Secretaria Estadual da Família e Desenvolvimento Social, e que já foi utilizado por 215 pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. O projeto disponibiliza cadeiras anfíbias feitas com rodas especiais e material resistente, que permitem o deslocamento das pessoas da areia até o mar. Nos pontos de atendimento, 48 profissionais treinados dão assistência aos usuários.

A Sanepar também levou para o Litoral um projeto de educação socioambiental, desenvolvido dentro de um ônibus, o EcoExpresso. Neste primeiro mês, 12 mil pessoas visitaram o local e receberam informações sobre o ciclo da água, desde a sua captação para o abastecimento até chegar nos imóveis, e o caminho que a água faz quando sai das residências, passando pela estação de tratamento de esgoto, até a sua volta ao rio.

Obras – Para garantir água tratada para toda a população, a Sanepar realizou várias melhorias e ampliações no sistema de abastecimento. Também realizou várias obras de esgoto, que somaram um investimento de R$ 252 milhões, elevando os índices de coleta e de tratamento em todo o Litoral. Em Pontal do Paraná o índice de atendimento com serviço de esgoto ultrapassou os 80%, saltou para 69,10% em Matinhos e para 82,04% em Guaratuba.

Fonte




Compartilhar:

 

twitter

Parceiros